É universitário? 5 dicas para você organizar sua rotina de estudos

Será que é possível aprender inglês sozinho? Descubra aqui!
6 de agosto de 2018
toefl e ielts: 7 dicas para passar nos testes de proficiência
20 de agosto de 2018

É universitário? 5 dicas para você organizar sua rotina de estudos

Adaptar-se à vida universitária nem sempre é uma tarefa fácil. Conciliar todas as atividades do cotidiano e ainda tentar encontrar tempo para se dedicar às tarefas da faculdade exige muita disposição. Por isso, imprimir uma rotina de estudos fora da universidade é tão importante.

Sem um planejamento fica bem mais difícil discernir o que é prioridade e, com isso, você se frustra por não conseguir dar conta de todas as suas atividades e, pior, vê seu desempenho nas matérias ser prejudicado.

Além disso, se você não consegue se dedicar a uma rotina de estudos satisfatória, momentos especiais, como seus hobbies, o lazer e as reuniões familiares, se tornam torturantes, já que você está com a mente sempre dividida. Sem falar na sua produtividade no trabalho que pode cair, caso você saia de casa sobrecarregado.

No entanto, organizar-se pode ser muito mais simples do que você imagina. Por isso, trouxemos aqui 5 dicas de como planejar sua rotina de estudos e ver suas notas na faculdade subirem — sem estresse. Confira!

1. Monte um plano de estudos mensal

Para montar seu plano de estudos, você precisa, primeiramente, realizar uma autorreflexão diante da sua rotina. Isso significa ser realista e verificar o quanto você consegue dar conta de estudar ao longo da semana.

Observe todos os seus compromissos de trabalho e o tempo dedicado à sua família. Analise a sua grade curricular na universidade e em quais momentos dentro de seu horário produtivo há pontos de ociosidade, que permitam dedicar-se às tarefas acadêmicas.

Distribua esses horários em períodos nos quais você tem certeza de que seu rendimento será maior e estabeleça tempo suficiente para se manter estimulado do início ao fim. Além disso, dê valor aos momentos de descanso para que seu corpo e mente relaxem. Dessa forma, será possível melhorar a concentração para apreender os conteúdos.

Preferencialmente, fixe esse plano de estudos em algum lugar visível e oriente as pessoas que moram com você sobre a importância de respeitarem seu momento de privacidade.

2. Estabeleça metas de horas de estudo para cada matéria

Ao desenvolver seu plano de estudos, você precisa atribuir metas de horas para se dedicar a cada uma das disciplinas. Aquelas com conteúdos mais densos, difíceis ou que exijam maior empenho devem, obviamente, ocupar mais espaço na sua grade de horários. Outras de menor importância ou com temáticas de mais fácil compreensão devem ocupar uma carga horária menor.

Para todas elas, você deve estabelecer uma quantidade de horas por semana, a fim de dedicar o tempo necessário para dar conta de todo o conteúdo e evitar o máximo de pendências. Também leve em consideração a quantidade de trabalhos que cada disciplina solicita e o tempo estimado para sua confecção.

Independentemente de quantas horas você tiver disponíveis, é importante que seus estudos sejam dirigidos para pontos-chave que otimizem o fator tempo. Por exemplo, é bem mais produtivo fracionar os estudos em pequenas partes diariamente do que se matar em um ou dois dias para tentar gravar todos os assuntos. O cérebro simplesmente entra em greve!

3. Utilize o Google Agenda para marcar os horários de estudo

Google Agenda é uma ferramenta muito boa para você não se perder no seu planejamento. Basta ter uma conta no Google. Dá para acessar, inclusive, do seu smartphone.

Essa funcionalidade permite que você tenha diversas agendas, nas quais você pode colocar os compromissos que quiser e separá-los de maneira personalizada. Sejam contas a pagar, reuniões importantes ou tudo que é preciso estudar na próxima semana, o Google Agendas vai ajudá-lo a manter suas atividades em ordem.

Um dos melhores recursos é a criação de listas de tarefas. Por meio dessas listas, você consegue observar quais são suas pendências e “riscar” o que já foi cumprido. Mais tarde, é possível deletá-las. O mais legal é a sensação de dever cumprido ao ver uma lista inteira concluída!

Além disso, você pode criar eventos e receber alertas de quando eles estão prestes a acontecer. Esse recurso é muito bom para lembrá-lo de provas, trabalhos, palestras, workshops etc. Você pode, inclusive, determinar o período de duração de cada evento (algumas horas, um dia ou vários dias).

4. Utilize aplicativos de gestão do tempo

Além do Google Agenda, você também pode utilizar os aplicativos de gestão de tempo especialmente no seu smartphone. Por meio deles, você consegue gerenciar sua rotina de estudos e não se perder na lista de tarefas. Veja alguns exemplos, brevemente:

Pomodoro Challenge

Esse aplicativo cria um plano de estudos em longo prazo. Funcionando como uma espécie de rastreador de desempenho, ele enxerga seus hábitos e os relaciona com seus estudos. Ao tornar isso um desafio, você pode ganhar ou perder pontos. Então, é possível identificar seus pontos fracos e fortes e descobrir em quais dias ou horas está mais produtivo.

ClearFocus

Esse aplicativo utiliza um temporizador que permite alternar pausas com sessões de tarefas. Essa função vai ajudá-lo a se concentrar mais, em vez de ficar vagando a esmo na internet. Com isso, você gerencia melhor sua rotina de estudos.

My Study Life

Esse é um aplicativo bem complexo. Trata-se de uma multiplataforma planejadora, na qual você pode armazena os conteúdos de aula, trabalhos e exames. Eles ficam disponíveis para acesso em qualquer dispositivo ao seu alcance. Na função de agenda, ele integra toda sua vida acadêmica em um único ambiente.

5. Estude uma segunda língua

Não se esqueça de reservar um horário na sua agenda para o estudo de uma segunda língua. Com um mercado tão competitivo, ter o domínio de, no mínimo, uma língua além do idioma pátrio é fundamental para destacar-se profissionalmente.

Ademais, se você pretende continuar seus estudos em programas de pós-graduação strictu sensu (mestrado ou doutorado), o domínio de uma língua estrangeira é requisito para ingressar nesses cursos. Então, não perca tempo e inclua essa atividade em seu planejamento.

Viu como planejar-se não é tão difícil assim? Organizando direitinho, todo mundo consegue ter uma rotina de estudos produtiva e conciliar suas demais atividades. Ainda sobra tempo para um bom descanso e até, quem sabe, viajar. O melhor? Com a certeza de que definitivamente você está garantindo seu aprendizado!

Este conteúdo foi útil? Então, compartilhe-o nas redes sociais para que seus amigos também possam utilizar essas ideias para melhorar seu desempenho na universidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *